:: Página Principal.
:: Documentário da Igreja.
:: O Poder da Santa Missa.
:: O Poder do Santo Rosário
:: Aparições de N. Senhora.
:: A Vida dos Santos.
 
:: As Grandiosas Orações.
:: As Orações e Promessas.
:: As Devoções.
 
:: O Relógio da Paixão.
:: A Divina Misericórdia.
:: A Mediação de Maria.
 
:: A Catequese do Papa.
:: Guerreiros da últ. Ordem.
:: Os Sinais do Apocalipse.
 
:: O Estudo da Liturgia.
:: A Imitação de Cristo.
:: Confessai-vos bem.
 
:: Confissões do Inferno.
:: O Milagre de Lanciano.
:: A Contrição Perfeita.
 
:: Eucaristia ou Nada.
:: Beato João Paulo II.
:: Papa Bento XVI.
 
:: O Catecismo da Igreja.

Os Sinais do Apocalipse.

 

www.obradoespiritosanto.com

 

 

 

Diz a Sagrada Escritura:

Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra a aflição e a angústia apoderar-se-ão das nações pelo bramido do mar e das ondas. Os homens definharão de medo, na expectativa dos males que devem sobrevir a toda a terra. As próprias forças dos céus serão abaladas. (Lc. 21, 25-26)

 

O terceiro anjo tocou a trombeta. Caiu então do céu uma grande estrela a arder como um facho; caiu sobre a terça parte dos rios e sobre as fontes. (Ap. 8, 10)

Asteroide "perigoso" passará próximo à Terra em outubro.

28.09.10 O Telescópio Pan-STARRS (Panoramic Survey Telescope & Rapid Response System, em inglês) descobriu asteroide que passará a 6 milhões de km da Terra no meio do mês de outubro.

O objeto possui cerca de 45 metros de diâmetro e foi encontrado quando estava cerca de 32 milhões de km mais distante. As informações são do site Science Daily.

É o primeiro asteróide que pode trazer algum perigo à Terra a ser descoberto pelo telescópio. O objeto foi chamado de 2010 ST3. "Esse asteróide não irá atingir a Terra em um futuro imediato, mas a descoberta mostra que o Pan-STARRS é um ótimo sistema para detectar potenciais asteróides perigosos", disse ao site Robert Jedicke, da Universidade do Havaí, Estados Unidos, que está trabalhando com os dados do asteróide. "O asteroide estava muito longe para ser detectado por outros sistemas", completou Jedicke.

A expectativa é de que o Pan-STARRS encontre dezenas de milhares de novos asteroides todo ano com precisão suficiente para calcular suas órbitas ao redor do sol. Qualquer objeto de tamanho considerável e que pareça vir próximo à Terra nos próximos 50 anos será considerado potencialmente perigoso e monitorado cuidadosamente. Especialistas da Nasa acreditam que, com alguns anos de cuidado, será possível organizar uma missão espacial para combater qualquer asteroide descoberto que esteja em rota de colisão com a Terra.

O Telescópio Pan-STARRS é mantido por diversas instituições internacionais.

Fonte: Terra Notícias.

 

 

www.obradoespiritosanto.com

 

 

 

 

       © Últimas e Derradeiras Graças